sábado, 30 de abril de 2016

comentários



Artur,
Gostoso te ver falar,
Mix musica/ação/poema:
Fosse sempre assim: o desejo de PAZ:)
Bjs

Fosse musa, 
Fosse eu a tua blusa 
Fosse inverno no verão .
Fosse fértil a imaginação....
Fosse tua boca na minha mão,
Fosse o que fosse:
Eu e você 
Fomos

Cristina Terra//para Artur Gomes


Artur, que maravilha esse vídeo-poema, tudo perfeito, tudo mais que nos conformes, porque dele extrapola uma leitura criativa do poema do Mano em tempo bem marcado por sua voz e presença e pela gaita em blues ao fundo.
Tudo muito legal, a câmera sempre fechada, dando voz & vez ao poema, não deixando que o espectador se disperse com imagens dispersas e "adjetivas".
Um vídeo "substantivo", que "levanta" o poema do Mano. Uma quase ereção, um poema, um vídeo, uma canção.
Sim, O Jiddu tá sabendo fazer a coisa. Também gostei muito desse segundo vídeo que ele fez sobre meus poemas. Com bons movimentos de câmera (é cinema, a gente vê) e com bons atores. 
A garota, então, a Aline, é de grande expressividade. Uma atriz, uma bela atriz. E ponto. Mais nada precisa ser dito.
abraços momescos
Ronaldo Werneck

Nenhum comentário:

Postar um comentário