sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Renato Teixeira faz show em praia de São João da Barra



Músico se apresenta no próximo domingo no Balneário de Atafona


Foto: Divulgação



O som de Renato Teixeira vai marcar a última apresentação do Festival da Primavera, no próximo domingo, dia 19, às 16h, no Novo Balneário, em Atafona (São João da Barra). O cantor e compositor, que tem raízes na música sertaneja, vai embalar o público em uma viagem por seus sucessos como a canção “Romaria” (grande sucesso gravado por Elis Regina e outros), e as músicas “Tocando em frente” (em parceria com Almir Sater, gravada também por Maria Bethânia), “Dadá Maria”, “Frete”, “Amanheceu”, entre outros.

Recentemente, Renato Teixeira compôs a música “Rapaz caipira”, como crítica à atual música sertaneja de consumo, fazendo renascer a expressão música caipira. É um defensor aberto da música de raiz, caipira, que ainda sobrevive apesar dos desvios da música sertaneja. O mais recente trabalho do artista é o CD e DVD “Renato Teixeira – No Auditório Ibirapuera", de 2007.

Muitos estranham o fato da música do compositor ter origens caipiras e ele ser caiçara, tendo nascido em Santos, litoral paulista. Essas referências fazem parte da infância de Renato em Ubatuba e a adolescência no interior do Estado, onde ele viveu por muitos anos. Sempre apaixonado pela música, assim como os familiares, não demorou muito para entrar de cabeça na atividade.

Renato Teixeira foi para São Paulo no final dos anos 60, por indicação de Luiz Consorte que levou fita com suas músicas para o tio, Renato Consorte, que a enviou Walter Silva, promotor de novos artistas e um homem muito conhecido nos meios de comunicação. As portas se abriram e, logo o cantor estava no Festival da Record de 67,com a música Dadá Maria que foi defendida pela Gal Costa (também em começo de carreira) e pelo Silvio César. No disco do festival, fez sua primeira gravação com Gal Costa.

Acompanhou de perto surgimento do Tropicalismo, fez jingles publicitários para sobreviver e criou o Grupo Água, com o companheiro Sérgio Mineiro, onde assimilou o espírito da cultura caipira e a projetou de uma forma contemporânea para todo o Brasil, até fazer a parceria com Almir Sater e com a dupla Pena Branca e Xavantinho.

Em 1990, apresentou o programa Tom Brasileiro na Rede Record, onde além de cantar, apresentava artistas que valorizavam a música nacional.

fonte: http://www.nf10.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário