segunda-feira, 27 de julho de 2009




Livro Não É Cultura

Bom dia a todos. Deste que comecei esta caminhada para realizar um projeto para ajudar as pessoas a ter outro tipo de visão da vida, através da cultura, recebo muitas pedradas. Sempre tem gente falando contra, só que esta semana surgiu uma noticia que vai produzir um efeito contrario, quem é contra vai torcer a favor. Para nosso governo “Livro não é cultura”.

Tudo começa na mudança da Lei Rouanet; hoje você faz o projeto aprova no Ministério da Cultura, e sai em busca de um patrocinador. Os livros dificilmente conseguem um, mas espetáculos conseguem sempre, depois na Revista vou mostrar o porquê disto.

Acontece que em nome de um maior alcance da Lei Rouanet, o governo vem querendo mudar esta Lei, cada projeto passa a ser analisado e só será aprovado se o governo determinar que ele é cultural, e tem mais um detalhe depois de três anos o governo passa a poder usar sua obra sem lhe pagar os direitos. O pessoal do Teatro pulou, já que aprovar se um projeto é cultural, na verdade passa a ser uma censura disfarçada. Tudo que mostrar a ineficiência do governo não será considerado cultural. Depois de aprovado mesmo se você não conseguir um patrocinador, depois de três anos suas idéias passam a ser do governo, em resumo você criou, e não teve patrocínio, e perdeu sua criação para o governo, sem receber nada por isso.

Como ninguém aceita isso, e o pessoal do Teatro vêm fazendo muito barulho contra, para resolver este problema o governo sancionou esta semana o vale cultura.
O vale cultura é uma ajuda de 50,00, por mês, para pessoas de baixa renda poder assistir cinema, e teatro, agora compra de livros não foi incluído neste vale. Em resumo livro não é cultura, e vai continuar de fora de qualquer apoio a cultura que se faça neste governo. Livros podem fazer com que as pessoas pensem, e pensando podem perceber que vales, e bolsas custam muito, deixando saúde, e educação, sem verba.

A internet é a responsável pelo aumento nas vendas de livros e CDs que este País teve nos últimos anos, e a internet é considerada um vilão sempre. Nada falam da ajuda que dá ao independente, de um novo espaço para a criação, já que não se controla as idéias na rede.

Enquanto a mídia busca um modo de se juntar a rede, outros esnobam deixando a internet de fora de feiras literárias, dos Viradões, e de tudo que eles participam.

O vale cultura é um modo de dar um cala boca no pessoal do teatro, com mais verbas, para eles aceitarem a nova Lei Rouanet. Como se faz com a ajuda que o governo dá a UNE, e ao pessoal do MST. Espero que se lembrando do tempo da censura, e não se deixando levar por mais verbas o pessoal do Teatro não aceite as mudanças na Lei Rouanet, e que a internet dê a resposta que o governo merece.

Nosso projeto já tem a verba, e se der certo vai estimular outros a tentarem, ai sem o apoio da Lei Rouanet, por causa da perda dos direitos. O jeito para os outros será buscar recursos no BNDES, mas para isso, será preciso que o nosso projeto dê certo. Quem é contra vai ter que ficar a favor, para sonhar poder fazer melhor.

Quero agradecer a todos pelo apoio ao meu ultimo e-mail chegaram mais livros que esperava, e muitos outros devem estar a caminho. Meu celular já está junto da assinatura, só que vai funcionar assim que tiver alta da gripe A, e pegar o aparelho desejado, e logo a Revista vai estar de volta, assim que me mudar para São Paulo. Meu muito obrigado pelo apoio de todos.

Abraços Carlos Senna
cel 5521-8237-8877
msn: carlossennajr@yahoo.com.br
skype: carlossennajrorkut:
carlossennajr@ig.com.br
envie noticias, eventos para carlossennajr@ig.com.br


ACADEMIA ITAPEMENSE DE LETRAS
O PENSADOR III

Conto. Crônica. Poesia
Regulamento do Concurso
Poderão participar do concurso os interessados residentes em todo o território nacional, divididos nos seguintes grupos etários:
Infanto-juvenil: dos 10 aos 13 anos;
Juvenil: até os 17 anos;
Adulto: a partir dos 18 anos.

1 Para participar do Concurso os candidatos deverão:

1.1 Enviar duas vias das produções, datilografadas ou digitadas, na língua Portuguesa – identificadas com título, grupo etário, categoria pertencente (conto, crônica ou poesia) e pseudônimo.

1.2 Os textos serão enviados em envelope grande e lacrado, identificado na frente com o nome do concurso e a categoria escolhida (conto, crônica ou poesia). Dentro deste envelope os concorrentes enviarão um envelope menor, também lacrado, identificado na parte externa co o título do trabalho e o pseudônimo utilizado. O envelope menor conterá uma folha com os seguintes dados: nome completo do participante e o pseudônimo utilizado, título do trabalho, gênero literário, data de nascimento, endereço completo, e-mail (se tiver), telefone para contato e breve nota biográfica.

1.3 As produções serão encaminhadas à Academia Itapemense de Letras, no seguinte endereço: Livraria Café & Leitura, Avenida Nereu Ramos, 4062, sala 02, Meia Praia, Itapema, Santa Catarina, CEP 88220-000. Para efeito do cumprimento do prazo, nas produções encaminhadas via Correios, será considerada a data da postagem. Não serão aceitas produções encaminhadas via internet.

1.4 As inscrições estarão abertas até 15 de agosto de 2009.

1.5 Os originais devem ser inéditos, sendo que a divulgação pública dos mesmos, em todo ou em parte, eliminará o candidato.

1.6 O candidato poderá inscrever somente uma produção em cada categoria.

1.7 As vias encaminhadas não serão devolvidas.

1.8 Os resultados dos trabalhos de avaliação serão divulgados em até 15 (quinze) dias úteis após a data do encerramento das inscrições.
 
2 TEMA

2.1 O tema de todas as produções será livre.


3 CATEGORIAS

3.1 Conto: máximo de 5 (cinco) folhas de papel A4, datilografadas ou digitadas, e impressas, em fonte Arial, Corpo 12 (doze), com espaçamento duplo.

3.2 Crônica: máximo de 2 (duas) folhas de papel A$, datilografada ou digitadas, e impressas, em fonte Arial Corpo 12 (doze), com espaçamento duplo.

3.3 Poesia: máximo de 30 (trinta) linhas, em folha de papel A$, datilografada ou digitada, e impressa.
 
4 PREMIAÇÃO

4.1 Os vencedores serão comunicados pela coordenação do Concurso, através de telefonema e/ou correspondência.

4.2 Serão premiados os 3 (três) primeiros lugares de cada categoria, recebendo respectivamente troféu e certificado.

4.3 Os prêmios serão entregues em Sessão Festiva da Academia Itapemense de Letras, em setembro do corrente ano, em data a ser divulgada.
 
5 DISPOSIÇÕES FINAIS

5.1 O participante que transgredir ou tentar burlar as condições previstas neste Regulamento terá sua inscrição cancelada. Os casos omissos serão resolvidos pela Academia Itapemense de Letras.

5.2 A inscrição do participante no concurso implica na aceitação total das condições deste Regulamento. Os classificados, em todas as categorias, autorizam a Academia Itapemense de Letras, em qualquer evento, a expor, divulgar, distribuir e/ou de qualquer forma exibir os trabalhos premiados, nos termos do artigo 29 da Lei 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais).

5.3 É proibida a participação no Concurso de membros da Academia Itapemense de Letras, bem como de seus familiares até o segundo grau.

5.4 As decisões da Comissão Julgadora são irreversíveis, não cabendo recurso contra as decisões referentes as produções selecionadas.

5.5 A Comissão Julgadora reserva o direito de não atribuir premiações e de conferir Menções Honrosas se entender que as produções sob referência não apresentarem, em relação aos quesitos exigidos, o mínimo necessário para tais apreciações.

FICHA DE INSCRIÇÃO
Nome: ........................................................................................................
Pseudônimo: ..............................................................................................
Título do Trabalho: .....................................................................................
Gênero: ( ) Conto ( ) Crônica ( ) Poesia
Categoria: ( ) Infanto-juvenil ( ) Juvenil ( ) Adulto
Nascimento: ......./......../........
Endereço: ..................................................................................................
...................................................................................................................
...................................................................................................................
Telefone: ...................................................................................................
E-mail: .......................................................................................................
Biografia: ...................................................................................................
...................................................................................................................
...................................................................................................................
...................................................................................................................
...................................................................................................................
...................................................................................................................
...................................................................................................................
...................................................................................................................
(A presente Ficha de Inscrição deve ser destacada e inserida no envelope pequeno,
lacrado, contendo, em sua face externa apenas o Pseudônimo e o Título da Obra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário